10/07/2016

Hipertrofia Muscular

O crescimento do músculo ocorre quando há um equilíbrio positivo entre a quebra de proteína nos músculos (processo catabólico) e a síntese de proteína do músculo (processo anabólico) que ocorre após o treino, ou o equilíbrio entre a degradação e a síntese é o que determina o tamanho total do músculo. É preciso ativar as reações químicas anabólicas para que haja crescimento muscular.

Então vamos manter uma boa ingesta de leucina + creatina no pré-treino, assim você continua em jejum obtendo seus benefícios anabólicos pós treino, impede a quebra das proteínas musculares, caso não tenha consumido proteína suficiente antes do período de jejum, e melhora a síntese protéica.

Treinos de resistência feitos em jejum são beneficiais de diversas maneiras. Jejuns longos são catabólicos, eles impedem o crescimento muscular. Pular o café da manhã não se enquadra nessa categoria. Muitos body builders profissionais estão comendo a primeira refeição 3 horas após acordar e estão atingindo resultados ótimos em termos de perda de gordura, sem prejudicar o ganho de massa muscular e muitos tem alegado sofrer perda de massa muscular quando passam o dia todo sem comer.

O jejum Tb faz picos de cortisol, que além dos inúmeros benefícios, melhora a secreção de insulina pelo pâncreas, facilitando o anabolismo.

DICAS:

1- Coma quantidades suficientes de proteínas. Eu sempre digo que composição corporal é 80% dieta, e isso vale tanto para ganhar músculo quanto para perder gordura.
Nunca deixe a sua ingesta de proteína ficar abaixo de 2g/kg de peso corporal quando você estiver pretendendo ganhar músculos a longo prazo.

2-Coma bastante gorduras saturadas. A gordura reduz a secreção de insulina enquanto aumenta a produção de testosterona. A insulina pode ser útil para encher seus músculos de glicogênio, mas não é isso que você está buscando… certo?
A gordura da dieta, em conjunção com o GH que você estará produzindo, também evita a perda de músculos. Sendo direta, por que não come uma dúzia de ovos caipiras por dia? Se você der conta, comê-los além das suas refeições regulares, vai ser uma grande fonte de proteína barata, bem como de gordura e vitaminas (Vitamina A em particular pode ter efeitos pró-anabolizantes).

3-Aumente a ingesta calórica. Você vai passar a gastar tanta energia com os levantamentos (e vai continuar a queimá-la mesmo nos dias de descanso) enquanto come comida de verdade (e mantém a insulina baixa) que o acúmulo de gordura não será um problema. 
Coma um belo pedaço de carne gordurosa todo dia. Bife, frango com pele, perna de carneiro, vísceras, e vai por aí…
Um hard-gainer é geralmente alguém que não come o suficiente. Coma mais, levante mais peso e assuma as rédeas.

4-Consulte seu médico, dose seus minerais, vitaminas, hormônios e precursores! Faça uma boa modulação!!!

5-Melhore sua síntese proteica com medicamentos que aumentem a força e a explosão…

6-Durma!! Repetitivo mas alguns não dão a devida Importância ao fator “sono”…

7-Sendo novamente repetitiva treine pesado, ouça o velho ditado: esmaga que cresce!!

#vemprafamiliapaleodafe #LCHF #projetovemmonstro